Sesau de Queimadas realiza Janeiro Roxo e tem como público alvo ACE’s e Agentes de Limpeza Urbana

Publicado em 26/01/2019 às 10:26

Sesau de Queimadas realiza Janeiro Roxo e tem como público alvo ACE’s e Agentes de Limpeza Urbana

Com o compromisso de valorizar e cuidar dos seus servidores, a Prefeitura de Queimadas, através da Secretaria Municipal de Saúde realizou, na última quinta-feira (24), às 9h, na Secretaria de Infraestrutura, evento de prevenção à Hanseníase, tendo como público alvo os Agentes de Combate as Endemias e Agentes de Limpeza urbana. Cerca de 40 profissionais participaram do evento.

Segundo informações da coordenadora de Vigilância Epidemiológica do município, Camilla Sandrianny Pereira Barbosa o evento contou com os serviços de atividade educativas; exames clínicos dermatológicos e de saúde bucal, ofertou também testes rápidos para HIV, Sífilis e Hepatites B e C, bem como imunização com vacina anti-tetânica e contra hepatite B. Cerca de 40 profissionais foram beneficiados com a ação.

O Brasil concentra mais de 90% dos casos de hanseníase da América Latina, sendo o segundo país no mundo com a maior incidência, ficando atrás apenas da Índia, de acordo com a Dahw Brasil, ONG alemã de assistência a hanseniamos com 61 anos existência e atuação em 21 países.

A hanseníase é uma doença infecciosa causada por uma micobactéria considerada “prima” da tuberculose. Entra no organismo pelas vias respiratórias e se instala na pele e nos nervos.

Na pele, manifesta-se como manchas brancas, rosas e vermelhas que podem ser apresentar de forma mais elevada ou também como caroços vermelhos, segundo a dermatologista.

A hanseníase é curável – os medicamentos matam a bactéria – no entanto, é incapacitante. Os medicamentos não revertem os danos neurais. “O problema crucial é que não atinge somente a pele. Ela é principalmente uma doença dos nervos periféricos. Isso faz com que o paciente se lesione nos afazeres dia-a-dia, o que potencializa infecções na pele. É possível perder fragmentos das pontas dos pés e das mãos. Isso não é folclore. Se o paciente não se tratar ou tiver diagnostico tardio, pode ocorrer”, diz a dermatologista.

A doença raramente causa morte.  
 

Tempo
Queimadas - PB
Mín 23ºC
27º
Máx 31ºC
Pancadas de chuva