Município de Queimadas conquista o 1º lugar do Prêmio Band Cidades Excelentes no índice de Educação

Publicado em 17/11/2022 às 17:15

Município de Queimadas conquista o 1º lugar do Prêmio Band Cidades Excelentes no índice de Educação

O município de Queimadas/PB, sob a gestão do prefeito Carlinhos de Tião, conquistou nesta quinta-feira (17) mais uma importante premiação a nível estadual: o Prêmio Band Cidades Excelentes, organizado pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação, TV Manaíra e Instituto Áquila.

Queimadas foi contemplada com o 1º lugar (município mais bem avaliado) no índice de “Educação – Melhores Desempenhos” entre todos os municípios paraibanos com população de 30 mil a 100 mil habitantes. No índice “Governança, Eficiência Fiscal e Transparência”, a gestão queimadense também se destacou, conquistando a 2º colocação.

O Prêmio Band Cidades Excelentes é uma das premiações mais importantes do país no que diz respeito à avaliação das gestões municipais e tem como objetivo incentivar, reconhecer e valorizar boas práticas de gestão pública para transformar a realidade dos municípios brasileiros. O prefeito Carlinhos de Tião recebeu as premiações acompanhado da secretária de Educação Rachel Castanha e comemorou os resultados.

"É um reconhecimento e um sinal de que estamos no caminho do desenvolvimento, e que a educação do nosso município está avançando de forma muito significativa. Essa conquista é de todos nós e quero destacar de modo muito especial o empenho de todos os profissionais envolvidos, no setor da educação e na administração como um todo”, destacou Carlinhos.

Os vencedores da etapa estadual do Prêmio Band Cidades Excelentes estão classificados para disputar agora a etapa nacional, que deve ocorrer em Brasília, no dia 30 de novembro.

 

SOBRE O PRÊMIO:

A avaliação do Prêmio Band Cidades Excelentes é feita a partir da ferramenta IGMA, desenvolvida pelo Instituto Áquila por meio de Inteligência Artificial, que a partir de algoritmos, consolidam os resultados de 62 indicadores em uma única nota final.

Os indicadores são construídos a partir de 6 pilares: Governança, Eficiência fiscal e Transparência; Educação; Saúde e Bem-Estar; Infraestrutura e Mobilidade Urbana; Sustentabilidade e Desenvolvimento Socioeconômico e Ordem Pública.

Para cada pilar, os municípios são separados em categorias de avaliação, de acordo com o tamanho da população local, e avaliados continuamente ao longo do ano. Os três municípios melhores classificados em suas respectivas categorias e unidades federativas são reconhecidos com o prêmio concedido pelo Grupo Bandeirantes e Instituto Áquila.

No índice de Educação são analisados os seguintes critérios: analfabetismo 15 anos ou mais; expectativa de anos de estudo; taxa de abandono anos finais Ensino Fundamental; taxa de abandono anos iniciais Ensino Fundamental; gasto com educação por aluno por ponto do IDEB; resultado IDEB anos finais Ensino Fundamental; Resultado IDEB anos iniciais Ensino Fundamental; distorção idade-série Ensino Fundamental; acesso à Educação infantil; aplicação do mínimo constitucional em educação; aplicação mínima do FUNDEB; aplicação mínima do FUNDEB Magistério.

No índice de Governança, Eficiência Fiscal e Transparência são analisados os seguintes critérios: % de endividamento; autonomia fiscal, capacidade de investir; investimento Per Capita; resultado fiscal; índice de transparência; aderência ao Plano de Contas; relação de servidores por 100 habitantes; proporção de comissionados sobre quadro de servidores; classificação CAPAG; mulheres eleitas (%); precatórios/RCL; aplicação máxima de despesa com pessoal executivo/RCL; parcelamento com RPPS – Pagamento no prazo; variação no indicador IEG-M.

Imagens
  • img-20221117-121820-881.jpg
  • img-20221117-121820-770.jpg
  • img-1184.jpg

Mais Lidas